Este blog contém alguns poemas publicados na Agenda da Semana do site Cultura Pará.
www.culturapara.art.br

10 de jul de 2010


O RESTO SÃO PALAVRAS


Fora com esse mar
                                 – Tu és um verso
apenas
              cego e invertebrado
                                             Sonho
de alvaiada máscara
e nada mais

Ou menos: Laudas em vão
em gretas
esse mar de lá
                          De lápide

Que sabes tu senão da geografia
(magra até aos ossos)
do deserto?     Aqui todo começo
e fim de tua viagem
                             pioneiro e prisioneiro
do teu próprio rastro
Atrás da máscara
não há rosto – há palavras
                                        larvas de nada


         
               Max Martins



Nenhum comentário:

Postar um comentário