Este blog contém alguns poemas publicados na Agenda da Semana do site Cultura Pará.
www.culturapara.art.br

22 de fev de 2010

TESA


Me aninhei na sombra do teu corpo
– eterna carícia vegetal –
Estavas tesa e luminosa, talvez verde,
Os braços bem abertos
(como pássaros revoando para o nada)
De teus pés raízes jorravam para os rios do mundo.
Ressonavas trágica e suave, árvore

Reivaldo Vinas,
Do livro “Poesias: Coletiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário