Este blog contém alguns poemas publicados na Agenda da Semana do site Cultura Pará.
www.culturapara.art.br

24 de fev de 2010


TUTU AINDA
enfronhada na luta
entre leito ser campo
de sono ou sexo
(treva seminada
      entre
      entrar-se
ou ser entrada),
se és
refletida
essa pergunta, uma resposta —
aceitas a espera
e a sombra
da espera.

(Eu, ainda desoutro de mim,
todo, dobrado
centauro centrado num trono
de águas,
              ergo —
playtime! — o centerfolder aberto
diante do corpo fechado
em obras
             (menos barro,
             mais espírito
             agora) e já
outro, semi-nada de mim,
vice-touro na sombra, donde falo:
“Destro de mão ou pata, por ti
brando suave
a espada”)

Age de Carvalho
do livro “Caveira 41”, Cosac & Naify, 2003

Nenhum comentário:

Postar um comentário